Gilmar Mendes diz que Mariana Ferrer foi vítima de “tortura e humilhação” em audiência sobre estupro



O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes se manifestou nesta terça (3) em suas redes sociais sobre a audiência referente a um caso de estupro envolvendo a promoter catarinense Mariana Ferrer, de 23 anos. Ele classificou as cenas da sessão, divulgadas pelo portal Intercept, como “estarrecedoras” e afirmou que a Justiça não deve ser instrumento de “tortura e humilhação”.

“As cenas da audiência de Mariana Ferrer são estarrecedoras. O sistema de Justiça deve ser instrumento de acolhimento, jamais de tortura e humilhação. Os órgãos de correição devem apurar a responsabilidade dos agentes envolvidos, inclusive daqueles que se omitiram”, escreveu Mendes.

Postar um comentário

0 Comentários