MP vai investigar pesquisas pagas pelos próprios institutos. Como a de Caicó

 

O vice-procurador-geral eleitoral, Renato Brill de Góes, pediu a procuradores de todo o país que investiguem institutos de pesquisa que realizaram levantamentos de intenção de voto com recursos próprios.

A lei não proíbe a prática, mas em geral, as pesquisas são contratadas por veículos de comunicação, comitês partidários e associações patronais.

A Associação Brasileira de Empresas de Pesquisa, que representa oficialmente o setor, identificou mais de mil pesquisas bancadas pelos próprios institutos.

Já circulam informações, por exemplo, de que a pesquisa divulgada nesta terça-feira (03) pelo Instituto TS2 Soluções para prefeito de Caicó (RN) foi contratada pelo próprio “Instituto”. O fato levantou muitos questionamentos nas Redes Sociais. O que motivou o Instituto TS2 Soluções – sediado em Mossoró (RN) – a bancar uma pesquisa em Caicó (RN)? É somente uma pergunta.

Não é a cara da riqueza? E se o MP for investigar?

Escrito por Robson Pires 

Postar um comentário

0 Comentários