sexta-feira, 22 de janeiro de 2021

“Preocupação do governo é intimidar”, diz presidente da OAB

 (Imagem: Gustavo Lima/STJ)

(Imagem: Gustavo Lima/STJ)

No pedido do inquérito, André Mendonça alegou que a crítica feita por Feller poderia ser enquadrado na lei de Segurança Nacional “em razão de a acusação lesar ou expor a perigo de lesão o regime democrático e a pessoa do presidente da República“.  

Contudo, para o presidente da Ordem, ao tentar criminalizar os críticos, “o ministro extrapola suas funções, desvia o foco dos verdadeiros responsáveis pelo descaso com a saúde dos brasileiros e desrespeita princípios caros ao Estado Democrático de Direito“.

  • Veja abaixo a nota oficial.

___________

“O ministro da Justiça, André Mendonça, ao requisitar inquérito policial para investigar o advogado Marcelo Feller, busca atingir, mais uma vez, quem se manifesta de forma crítica ao descalabro do governo diante da pandemia que atinge os brasileiros. No momento em que o país soma mais de 212 mil vidas perdidas, a preocupação demonstrada pelo governo é intimidar e tentar calar os que apontam seus erros no lugar de salvar vidas, suprir oxigênio nos hospitais e viabilizar a vacinação de todos. Com a tentativa de criminalizar os críticos, o ministro extrapola suas funções, desvia o foco dos verdadeiros responsáveis pelo descaso com a saúde dos brasileiros e desrespeita princípios caros ao Estado Democrático de Direito, como a liberdade de expressão.”

Felipe Santa Cruz

Presidente da OAB Nacional.

Migalhas

Nenhum comentário: