Pular para o conteúdo principal

Torreão FM web

ALRN junho 2024 PI 012118

ALRN junho 2024 PI  012118

LAPAC JOÃO CÂMARA - 3262-3478 - 99401-7616


ARTIGO: Democracia ameaçada. Por MARCUS ARAGÃO

Pensamentos antidemocráticos, atos antidemocráticos e resultados antidemocráticos. A invasão do Congresso, do STF e do Planalto foi verdadeiramente um absurdo. Mas os invasores não detêm a exclusividade da insensatez. Diariamente, testemunhamos, em diferentes formas e intensidades, atos antidemocráticos praticados por nossas autoridades, seja na esfera federal, estadual ou municipal.

Permitir que a invasão do prédio do Diário de Natal ocorra livremente não é um ato antidemocrático? Não respeitar a decisão do juiz para promover a desocupação do prédio não é um ato antidemocrático? Tentar descriminalizar o pequeno roubo não é um ato antidemocrático? Apoiar ditaduras mundialmente conhecidas, que não respeitam as minorias, não é um ato antidemocrático? Limitar a liberdade de imprensa não é um ato antidemocrático? Deixando claro que não podemos confundir liberdade de imprensa com liberdade para ofender.

Estão destruindo a democracia com o intuito de salvá-la. São inúmeros absurdos que se repetem todos os dias na mídia, seja no executivo, legislativo ou judiciário. Sabemos que existe corrupção na esquerda e na direita. E embora o poder possa alternar como um pêndulo para um lado e para outro, se esquecem de que no meio há o povo que pode dar um basta nesse movimento quando chegar a hora da mudança. Não lembram que a democracia é o melhor sistema para todas as classes.

É possível que chegue o dia em que carnaval, feriado, futebol e cachaça não sejam mais suficientes para anestesiar as massas.

Acredito que muitos pensam que a população não se cansa, certo? Que aceitará eternamente grandes casos de corrupção ficarem impunes? Pensam que o Brasil assistirá tranquilamente Moro ser cassado? Acabarem com a Lava Jato e tudo bem? Acreditam que autoridades podem se unir a facções e conceder privilégios a bandidos — e a vida segue? Pensam que é normal vivermos amedrontados sem segurança? Assistirmos às audiências de custódia liberarem bandidos? Testemunhar inúmeros atos antidemocráticos se repetindo sem fim? A lista parece não ter fim…

Mas essa situação um dia terá — quem sabe um dia a conta chega.

Marcus Aragão
@aragao01

Comentários