Pular para o conteúdo principal

PI 072813 (02)

PI 072813 (02)

Torreão FM web

PI 072813 (01)

PI 072813 (01)

ALRN PI 011818 28 03 24

ALRN PI  011818   28 03 24

LAPAC JOÃO CÂMARA - 3262-3478 - 99401-7616


Permanência de Prates na Petrobras ganha força após reuniões de Lula com Haddad


A permanência de Jean Paul Prates na presidência da Petrobras parece fortalecer-se após reuniões estratégicas entre o presidente Lula e o ministro da Fazenda, Fernando Haddad. A situação, que anteriormente indicava uma saída iminente de Prates, mudou consideravelmente, de acordo com fontes do governo.

Haddad participou de duas reuniões com Lula nesta segunda-feira 9, uma pela manhã, com duração de 1 hora e 30 minutos, e outra à noite, com 40 minutos de duração. O presidente convocou o ministro para um encontro extraoficial no domingo à noite, porém decidiu cancelá-lo após a informação vazar para a imprensa.

O respaldo de Haddad à permanência de Prates é considerado significativo, já que sua opinião costuma ter grande influência nas decisões de Lula. O ministro está preocupado com a turbulência na governança da Petrobras, especialmente devido a rumores sobre embates entre o ministro das Minas e Energia, Alexandre Silveira, e o presidente da estatal.

Silveira tem discutido com outros ministros a possibilidade de Prates continuar na Petrobras, desde que haja uma mudança de postura alinhada aos interesses do governo. Apesar das críticas de Silveira a Prates, ecoando opiniões semelhantes às de Lula, o presidente tem indicado a interlocutores que o ministro exagerou nos últimos dias.

A demissão de Prates neste momento poderia ser interpretada como uma vitória de Silveira, algo que Lula aparentemente não deseja. Quanto à distribuição de dividendos extraordinários, fontes do governo indicam que a questão está resolvida, com a Petrobras planejando distribuir metade desses dividendos até o final do mês, conforme defendido por Prates semanas atrás.

Fonte: AGORA RN

Comentários