Pular para o conteúdo principal

ALRN PI 011818 28 03 24

ALRN PI  011818   28 03 24

Radio Conexão Mato Grande Play

GOVERNO DO RN

GOVERNO DO RN

LAPAC JOÃO CÂMARA - 3262-3478 - 99401-7616




Prefeitos de João Câmara continuam negando o Reajuste dos Servidores que ganham 2 salários mínimos

blog do jasão

É preocupante constatar que, enquanto se discute o aumento dos salários dos cargos políticos em João Câmara, a gestão dos prefeitos professores tem negligenciado, há dois anos, a equiparação salarial dos servidores efetivos do município. Esses servidores, que deveriam estar recebendo o equivalente a dois salários mínimos, o que totaliza R$ 2.824,00, estão na verdade recebendo apenas R$ 2.424,00. Essa disparidade representa uma perda significativa de R$ 400,00 por mês para cada servidor. Essa situação evidencia uma clara priorização dos interesses políticos em detrimento do bem-estar e da justiça salarial dos trabalhadores municipais.

É imprescindível ressaltar que o SINTE-RN regional João Câmara, representando os interesses dos servidores, já participou de uma audiência com o prefeito, juntamente com uma comissão dos trabalhadores municipais. Na ocasião, o prefeito afirmou categoricamente que, em 2023, não seria possível conceder o aumento salarial solicitado.

Além disso, vereadores tanto da oposição quanto da situação, Hênio Silva, Silvano e Gilberto tomaram a iniciativa de protocolar requerimentos direcionados ao prefeito, buscando soluções para a questão da equiparação salarial dos servidores. No entanto, lamentavelmente, o prefeito optou pelo silêncio, demonstrando uma falta de comprometimento e transparência na resolução desse importante problema para os trabalhadores municipais. Essa postura negligente por parte do governo municipal agrava ainda mais a situação dos servidores, que continuam a sofrer com a defasagem salarial.

Está são as categorias prejudicadas: MOTORISTAS, DIGITADORES, TRATORISTAS, AGENTES DE TRÂNSITO, ELETRICISTAS, AUX. CONTABILIDADE, MOTORISTAS DE AMBULÂNCIAS, FISCAL, MECÂNICOS E OUTROS.

Lamento dizer que entre os servidores que estão tendo seus direitos negados pela gestão municipal, ainda há alguns que defendem este governo, em detrimento de algum benefício particular como:  gratificação, contrato de familiares, receber sem trabalhar e por está em desvio de função.


Comentários