terça-feira, 28 de janeiro de 2020

Com resultado do Sisu suspenso, UFRN adia recebimento dos documentos de novos alunos

Reitoria da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) — Foto: Igor Jácome/G1

A Pró-Reitoria de Graduação da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (Prograd/UFRN) suspendeu temporariamente o recebimento eletrônico prévio da documentação dos alunos ingressantes, que teria início nesta segunda-feira (27), até a divulgação do resultado do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). O resultado era previsto, pelo calendário do Ministério da Educação (MEC), para esta terça-feira (28), mas foi suspenso pela Justiça.

Na noite deste domingo (26), a presidente do Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF-3), desembargadora Therezinha Cazerta, rejeitou pedido da AGU para derrubar a decisão que suspende a divulgação do Sisu. Com a decisão do TRF-3, segue em vigor a liminar (decisão provisória) concedida pela Justiça Federal de São Paulo – que impede que os resultados sejam divulgados na terça-feira (28).

A divulgação do resultado da seleção está em disputa judicial após o Ministério da Educação (MEC) admitir que houve erro na correção do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019. As notas do Enem são critério para concorrer a uma das 237,1 mil vagas em universidades públicas, disputadas pelo Sisu. Segundo o ministro da Educação, Abraham Weintraub, a falha afetou quase 6 mil candidatos.

Procuradas pelo G1, as demais instituições potiguares que têm ingresso pelo sistema unificado informaram que ainda aguardam posicionamento do Ministério da Educação sobre o assunto, mas a situação preocupa. No IFRN, por exemplo, o ano letivo tem início previsto para o dia 6 de fevereiro e instituição considera que poderá começar o período sem os novos alunos matriculados.


De acordo com a pró-reitora de Graduação da UFRN, Maria das Vitórias de Sá, até a manhã de segunda (26), o MEC não enviou qualquer comunicado sobre alterações de datas, após a suspensão do resultado realizado pela Justiça.

“Estamos com a informação do calendário anteriormente divulgado. Dessa forma, aguardamos comunicado do Ministério sobre a situação. Nosso cronograma de cadastramento permanece mantido, com início nesta quinta-feira, 30”, afirmou.

A Pró-reitoria de Graduação da Universidade Federal Rural do Semiárido (Ufersa) também informou que segue o calendário do MEC e por isso aguarda um posicionamento do ministério. Até a publicação desta reportagem, a Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (UERN) não tinha um posicionamento oficial sobre possíveis alterações nas datas estabelecidas.

Mais de 13 mil vagas em disputa
Ao todo, as instituições potiguares disponibilizaram mais de 13 mil vagas, entre oportunidades para o primeiro e para o segundo semestre de 2020.

A UFRN ofereceu 6.933 vagas por meio do Sisu, entre 107 cursos de graduação nos campi de Natal, Macaíba, Currais Novos, Caicó e Santa Cruz. São 4.649 vagas para o primeiro semestre e 2.284 para o segundo período letivo.

Ao todo, o IFRN abriu 1.278 vagas em diversos campi do IFRN, destinadas ao primeiro semestre letivo de 2020.

Enquanto isso, a Ufersa ofereceu 2.710 vagas em 29 cursos distribuídos no Campus Sede, em Mossoró, e nos campi de Angicos, Caraúbas e Pau dos Ferros, para ingresso nos dois semestres letivos de 2020.

Já a UERN oferece 2.430 vagas distribuídas em 67 cursos de graduação.

Prazos para inscrição
UFRN

Campi de Natal e Macaíba - 30 e 31 de janeiro e 1º e 3 de fevereiro
Caicó - 30 de janeiro a 1º de fevereiro
Currais Novos e Santa Cruz - 30 e 31 de janeiro
UFERSA - Do dia 29 de janeiro até 04 de fevereiro

IFRN - 29 de janeiro a 4 de fevereiro

UERN - 29 de janeiro a 4 de fevereiro

Nenhum comentário:

Compartilhamentos