AL: juiz bloqueia bens de prefeito por usar pandemia para fins eleitorais

João José Pereira Filho (MDB), também conhecido como Joãozinho Pereira, prefeito de Teotônio Vilela (AL) - Divulgação/Prefeitura de Teotônio Vilela

A Justiça de Alagoas bloqueou R$ 200 mil em bens móveis ou imóveis do prefeito de Teotônio Vilela (AL), João José Pereira Filho (MDB), também conhecido como Joãozinho Pereira, e de mais três funcionários do município por suspeita de aproveitarem a pandemia de coronavírus para distribuir cestas básicas e usar a máquina pública para fins pessoais e eleitorais. 

No total, o bloqueio é de R$ 50 mil para cada um. A decisão de hoje do juiz Allysson Jorge Lira de Amorim, titular da comarca de Teotônio Vilela, acatou denúncia do MPE (Ministério Público Estadual), que acusou os quatro de improbidade administrativa.... - 

Veja mais em https://noticias.uol.com.br/politica/ultimas-noticias/2020/03/23/al-juiz-bloqueia-bens-de-prefeito-por-usar-pandemia-para-fins-eleitorais.htm?cmpid=copiaecola

Postar um comentário

0 Comentários