Palavra final é minha e de Paulo Guedes e não de Rogério Marinho, diz Bolsonaro

 

Após atritos com Rogério Marinho e Rodrigo MaiaPaulo Guedes recebeu elogios hoje de Jair Bolsonaro, durante lançamento, no Palácio do Planalto, de medidas para desburocratizar o setor aéreo.

“Me surpreende por vezes o mercado por declaração de um ministro ou de um funcionário de segundo escalão falar alguma coisas e aquilo passar a ser uma verdade. Bolsa cai, dólar sobe. A palavra final na economia não é de uma pessoa, é de duas pessoas: eu e Paulo Guedes. Eu não tomo decisões sem ligar para o respectivo ministro”, disse o presidente.

Após atritos com Rogério Marinho e Rodrigo Maia, Paulo Guedes recebeu elogios ontem (7) de Jair Bolsonaro, durante lançamento, no Palácio do Planalto, de medidas para desburocratizar o setor aéreo.

“Me surpreende por vezes o mercado por declaração de um ministro ou de um funcionário de segundo escalão falar alguma coisas e aquilo passar a ser uma verdade. Bolsa cai, dólar sobe. A palavra final na economia não é de uma pessoa, é de duas pessoas: eu e Paulo Guedes. Eu não tomo decisões sem ligar para o respectivo ministro”, disse o presidente.

Postar um comentário

0 Comentários