Pular para o conteúdo principal








 

Funcionário recebe depósito errado de R$ 1,6 milhão, pede demissão e some


Um ex-funcionário de uma empresa no Chile recebeu uma transferência de cerca de R$ 1,6 milhão, pediu demissão e sumiu com o dinheiro. Segundo o jornal argentino Clarín, a transação foi um erro da área de recursos humanos de um dos maiores produtores de frios da região. 

De acordo com a publicação, o ex-funcionário não notificou o erro. No entanto, a empresa percebeu e informou que ele deveria devolver o dinheiro.

Foi solicitado que ele comparecesse à agência bancária para realizar a devolução, mas o ex-funcionário não apareceu. 

A empresa tentou telefonar para ele diversas vezes — e, em uma das ligações atendidas, ele informou que acabou dormindo, o que impediu que fosse até a agência.

A empresa continuou esperando um retorno do homem, mas não obteve sucesso. Após vários dias sem notícias, um advogado apareceu na instituição para afirmar que o cliente não estava convencido de que deveria devolver o dinheiro, porque o erro não havia sido dele.

Na sequência, o homem pediu demissão e sumiu. A empresa resolveu abrir um processo contra o ex-funcionário denunciando-o por "apropriação indevida". 

Não há informações se o ex-funcionário já foi localizado.

Com informações de UOL

Comentários

Aperte o play para ouvir