BTemplates.com

Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque




Aperte o play para ouvir

[VIDEO] Deputado do RN sobre movimento LGBT: "Precisam de tratamento psiquiátrico"; Partido dele repudia fala

A Assembleia Legislativa do RN assistiu nesta quarta-feira (22) um pronunciamento polêmico: o deputado estadual Michel Diniz, do Solidariedade, afirmou que não respeita e repudia o Movimento LGBT (conhecido agora como LGBTQIA+). Além disso, ele ainda acrescentou que os integrantes desse grupo precisam de "tratamento psiquiátrico". Assista o vídeo acima: 

Michel Diniz assumiu o cargo de deputado estadual na vaga deixada por Kelps Lima, que se afastou para disputar o cargo de deputado federal. A declaração polêmica foi proferida ao falar das notícias recentes que "transformaram a igreja católica em chacota". 

"Eu sinceramente não entendo esse povo. Pedem respeito e desrespeitam a fé alheia. Buscam fazer uma lacração de forma absurda. Não têm o menor senso ético e moral. É uma libertinagem extremamente acentuada. Querem corromper as crianças, sensualizar, querem queimar a bíblia, como já fizeram. Colocar crucifixo onde não deviam... E, sinceramente, eu acredito que esse povo precisa de um tratamento 'psiquiatra' (sic) urgente", disse Michael Diniz.

Nenhum dos deputados presentes reagiu a declaração de Michel Diniz e a sessão seguiu com outros assuntos. O Solidariedade, por outro lado, se manifestou. Leia: 

O Partido Solidariedade RN não concorda nem possui entre suas atividades posições de cunho de preconceito ou discriminação de qualquer forma.

Muito pelo contrário, o partido é formado sob a base de que todos devem e podem encontrar em na agremiação uma plataforma para discutir e defender suas ideias com tolerância e respeito.

As posições do deputado Michael Diniz não refletem a opinião formal do partido e não fazem parte das bandeiras partidárias.

Via 96 FM

Comentários