segunda-feira, 16 de março de 2020

A “dupla irresponsabilidade” de Bolsonaro, "Ministério da Saúde se cala sobre Bolsonaro atropelar cartilha sanitária em ato"

Resultado de imagem para bolsonaro em ato neste domingo 15

"O Ministério da Saúde e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) não comentaram até o momento a presença do presidente Jair Bolsonaro em manifestação pró-governo, anti-Congresso e anti-STF realizada neste domingo (15/03) em diversas cidades do país. Procurado, o ministro Luiz Henrique Mandetta (DEM) também não comentou o assunto. Já o diretor-presidente substituto da Anvisa, Antonio Barra Torres, chegou a acompanhar Bolsonaro no ato, o que causou perplexidade em técnicos da área da Saúde do governo.

O Ministério da Saúde fez recomendações na semana passada para que eventos com aglomerações fossem cancelados, adiados ou realizados sem público. Ontem, após pressão do setor de turismo, a pasta recuou e orientou a medida apenas para locais com transmissão local da doença, o que não é o caso de Brasília. Mesmo assim, Bolsonaro atropelou a cartilha sanitária que o governo prega ao cumprimentar apoiadores e tocar em diversos celulares para fazer selfies. Em alguns momentos, chegou a colar o rosto ao de apoiadores para fazer fotos. 

Fontes médicas e do governo informaram que a recomendação para o presidente era permanecer em isolamento até a próxima quarta-feira, quando completa o prazo de sete dias de seu último contato com o secretário de Comunicação, Fabio Wajngarten, infectado com o coronavírus."
Leia mais em: 


https://www.gazetadopovo.com.br/republica/breves/ministerio-da-saude-se-cala-sobre-bolsonaro-atropelar-cartilha-sanitaria-em-ato/
Copyright © 2020, Gazeta do Povo. Todos os direitos reservados.

Nenhum comentário:

Compartilhamentos