Whatsapp: 24% dos usuários dizem gastar tempo excessivo no aplicativo

Vinte e quatro por cento dos usuários brasileiros do Whatsapp reconhecem que passam mais tempo do que deveriam no aplicativo e reclamam que a prática atrapalha a rotina diária. Esse foi o dado levantado por uma pesquisa promovida pelo site Mobile Time em parceria com a Opinion Box.
Apesar disso, somente 13% dos participantes pretendem reduzir o tempo gasto na plataforma, enquanto 0,3% cogitam desinstalar o app.
Em cinco anos, esta foi a primeira vez que a pesquisa pediu aos entrevistados para avaliarem seu próprio tempo expendido no uso do programa. O estudo entrevistou 1.953 usuários e os dados são referentes a janeiro de 2020. Embora a base seja diferente, o mesmo relatório revelou que o Whatsapp está instalado em 99% dos smartphones brasileiros.
Ainda segundo a pesquisa, a troca de mensagens de texto é o principal recurso utilizado na plataforma. Cerca de 90% da base total afirmou ter recorrido a este serviço, que é seguido por trocas de imagens (80%), envio de mensagens de áudio (81%), troca de vídeos (67%) e chamadas de voz (67%). O stories ocupa a lanterna do ranking, com 50%.
Outro dado interessante corresponde ao crescimento do número de usuários que se comunicam com empresas por meio do Whatsapp. Em seis meses, essa proporção passou de 69% para 76%. As principais utilidades para os consumidores são o esclarecimento de dúvidas, solicitações de suporte e o recebimento de promoções.
Vale lembrar ainda que outro levantamento, realizado pela Câmara dos Deputados junto ao Senado brasileiro, indicou o aplicativo como a principal fonte de informação dos cidadãos brasileiros.

Postar um comentário

0 Comentários