Pular para o conteúdo principal

PI 072813 (02)

PI 072813 (02)

Torreão FM web

PI 072813 (01)

PI 072813 (01)

ALRN PI 011818 28 03 24

ALRN PI  011818   28 03 24

LAPAC JOÃO CÂMARA - 3262-3478 - 99401-7616

GOVERNO DO RN

GOVERNO DO RN

Vítimas da tragédia em Brumadinho autorizam repasse de R$ 2,2 mi ao RS


A mineradora Vale concordou em destinar parte dos recursos pagos como indenização pelo dano moral coletivo causado pela tragédia em Brumadinho para ajudar o Rio Grande do Sul. As vítimas do rompimento da barragem, que ocorreu em janeiro de 2019, aprovaram essa ajuda, considerando as inundações recordes causadas por um grande volume de chuvas. Até agora, 147 mortes foram confirmadas em cidades gaúchas.

Um total de R$ 2,2 milhões será destinado, conforme anunciado pela Associação dos Familiares de Vítimas e Atingidos pelo Rompimento da Barragem da Mina Córrego do Feijão (Avabrum). Desse montante, R$ 2 milhões serão divididos entre o governo do Rio Grande do Sul e o Fundo de Reconstituição de Bens Lesados, sob gestão do Ministério Público local. Os R$ 200 mil restantes serão doados para a Associação dos Familiares e Sobreviventes da Boate Kiss em Santa Maria (AVSTM), que está ajudando as vítimas do desastre climático.

Esses recursos vêm de um fundo criado a partir de um acordo para indenizar parentes dos trabalhadores mortos na tragédia de Brumadinho, que resultou na perda de 272 vidas, incluindo bebês ainda não nascidos. O acordo também estipulou valores para as indenizações individuais aos familiares das vítimas. O fundo, que recebeu R$ 400 milhões da Vale, é gerido por um conselho composto por representantes da Avabrum, do Ministério Público do Trabalho, do Tribunal Regional do Trabalho e da Defensoria Pública da União.

A maior parte desses recursos já foi direcionada para projetos de preservação da vida, como melhorias na saúde, segurança alimentar, qualificação profissional, geração de emprego e renda, proteção de grupos vulneráveis e educação.

Com informações da Agencia Brasil

Comentários