‘Se gritar pega centrão, não fica um, meu irmão’, cantou ministro Augusto Heleno em vídeo de 2018


A notícia de que o presidente Jair Bolsonaro enquadrou ministros que resistiam em ceder cargos a partidos do centrão despertou uma lembrança em usuários das redes sociais.
Se trata de uma cantoria do ministro Augusto Heleno, chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), durante convenção do PSL (Partido Social Liberal) antes das eleições de 2018.
“Se gritar pega centrão, não fica um, meu irmão”, canta Heleno. A cena foi filmada e postada nas redes sociais.
Em sua versão, o ministro canta “centrão” no lugar de “ladrão”, que consta na letra original composta por Ary do Cavaco e Bebeto Di São João.
Antes de soltar a voz, Heleno diz que a música seria para começar e encerrar a inserção televisiva dos partidos do chamado centrão.
A música, que se chama “Reunião de Bacanas”, foi interpretada por diversos sambistas, como o grupo Originais do Samba, e é trilha da série “O Mecanismo”.
Após o minuto 8, o General Augusto Heleno canta.

Postar um comentário

0 Comentários