Sara Winter, ativista do movimento 300 do Brasil, é presa pela PF em Brasília

A ativista do movimento 300 do Brasil Sara Winter foi presa em Brasília pela Polícia Federal.
O mandado de prisão foi autorizado pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal.
A ativista é uma das investigadas no inquérito das fake news.
No início do mês, Winter publicou vídeos nas redes sociais ameaçando o ministro, relator do inquérito.
Ela está entre os líderes do chamado movimento “Os 300 do Brasil“, grupo armado de extrema direita formado por apoiadores de Jair Bolsonaro, que acampavam em Brasília.
O acampamento, no entanto, foi desmontado na manhã do sábado (13) pelo governo do Distrito Federal. Winter pediu reação do presidente.

Postar um comentário

0 Comentários