PF cumpre mandados em ação que investiga caixa 2 de Serra em campanha eleitoral

O Ministério Público de São Paulo e a Polícia Federal deflagaram, na manhã desta terça-feira (21), uma operação que investiga a existência de caixa 2 na campanha de José Serra (PSDB) ao Senado em 2014.
A Operação Paralelo 23 – terceira fase da Lava Jato junto à Justiça Eleitoral de SP – cumpre 4 mandados de prisão temporária e 15 de busca e apreensão em São Paulo, Brasília, Itatiba e Itu. Também foi determinado o bloqueio judicial de contas bancárias dos investigados.
Segundo informações da PF, um dos mandados de prisão é contra José Seripieri Junior, fundador e ex-presidente da empresa Qualicorp. Segundo o inquérito, os agentes descobriram indícios de que Serra recebeu doações eleitorais não contabilizadas, repassadas por meio de operações financeiras e societárias simuladas, ocultando a origem ilícita dos valores recebidos, cujo montante corresponde a cerca de R$ 5 milhões.

Postar um comentário

0 Comentários