BTemplates.com

Pular para o conteúdo principal



'Aperte o Play e Ouça'

Médica é afastada após usar redes sociais para xingar paciente

A Prefeitura Municipal de Almirante Tamandaré, na região metropolitana de Curitiba, afastou nessa terça-feira, 24, uma médica que usou as redes sociais para xingar pacientes.

Uma publicação em que Mariana de Lima Alves reclamava de um paciente que foi ao pronto-socorro com infecção urinária viralizou no Twitter no fim de semana. “Tem que ser muito filha de uma p**** pra vir 1 da manhã no pronto-socorro por conta de infecção urinária viu. Não tem outra expressão para descrever”, disse.

Em nota, a prefeitura lamentou o ocorrido e afirmou que a médica “sempre atendeu todos os pacientes com muito respeito e simpatia, sem reclamações por parte da população”.

A administração municipal também informou que Mariana era contratada através de uma empresa terceirizada. “A médica realiza plantões todas as terças-feiras na UPA de Almirante Tamandaré, mas devido ao fato está suspensa das atividades de atendimento deste município até que tudo seja esclarecido. Se comprovada conduta irresponsável, que fere os princípios éticos do exercício da profissão, a mesma será desligada da equipe de plantonistas”, diz a nota.

Nesta terça, o Conselho Regional de Medicina do Paraná (CRM-PR) abriu sindicância para apurar a conduta de Mariana. A médica usou as redes sociais outras vezes para reclamar dos pacientes. “As gestantes são todas referenciadas de maternidade porta aberta e vem pra UPA quando começa a parir. Pqp. Mulher, me deixa em paz”, escreveu em uma publicação. Em outro post, ela reclama de um paciente que foi ao pronto-socorro no feriado “por uma coisa que já estava sentindo há mais de 30 dias”.

Jovem Pan

Comentários