Pular para o conteúdo principal

PI 072813 (02)

PI 072813 (02)

Torreão FM web

PI 072813 (01)

PI 072813 (01)

ALRN PI 011818 28 03 24

ALRN PI  011818   28 03 24

LAPAC JOÃO CÂMARA - 3262-3478 - 99401-7616

GOVERNO DO RN

GOVERNO DO RN

Adolescente é apreendido após enforcar cão e transmitir crime em live


 Um adolescente foi apreendido, em Rio Verde, no sudoeste goiano, após fazer uma live maltratando e enforcando um cachorro. De acordo com informações da Polícia Civil de Goiás, o jovem fazia parte de um grupo de aplicativo que promovia crimes de ódio e mortes.

O adolescente foi apreendido no sábado (24). Conforme a corporação, a investigação do caso apontou que o grupo é uma organização criminosa do estado de São Paulo, que construía uma hierarquia a partir de atos criminosos que os membros cometiam por meio de manipulação dos líderes.

No vídeo é possível ouvir o momento em que o líder da organização dá comandos para o adolescente sobre como maltratar o cachorro. Além do menor que aparece nas imagens enforcando o cachorro, outro adolescente estava na residência no momento do crime e ambos foram levados para a delegacia.

Segundo a Polícia Civil, o animal foi resgatado com vida e aparenta estar bem.

Segundo o delegada responsável pela apuração do caso, Guilherme Carvalho, o esquema criminoso do grupo envolvia uma escalada de violência.

De acordo com o investigador, os adolescentes foram levados a um abrigo para menores e o Conselho Tutelar também foi acionado. O jovem deve responder por ato infracional análogo ao crime de maus-tratos contra animais.

“Como a situação não estava em flagrante, a gente colheu o depoimento e como eles estavam sem os responsáveis, foram colocados à disposição do Conselho Tutelar e levados a um abrigo. Não chega a ser uma internação, vão ficar no abrigo até que um responsável possa tirar eles de lá”, afirmou o delegado.

Os aparelhos eletrônicos utilizados para transmitir o crime foram apreendidos. A Polícia Civil de Goiás informou que as investigações devem continuar para verificar as práticas criminosas realizadas por grupos virtuais.


 Metrópoles


Comentários