Bolsonaro muda o tom, diz que não existe vacina ou remédio e prega pacto com governadores

Em seu pronunciamento, Jair Bolsonaro iniciou uma mudança de tom, admitindo que “não existe remédio com eficiência cientificamente comprovada”.

“O vírus é uma realidade. Ainda não existe vacina contra ele ou remédio com eficiência cientificamente comprovada, apesar da hidroxicloroquina parecer bastante eficaz.”

No passeio dominical pela Ceilândia, Bolsonaro disse que a “hidroxicloroquina está dando certo em tudo quanto é lugar”. Na semana passada, ele defendeu publicamente o uso do medicamento e chegou a expor caixas de hidroxicloroquina na live de quinta-feira.

No final do pronunciamento, defendeu colaboração entre os poderes e governadores, que criticou nos últimos dias, para enfrentar a crise sanitária e econômica provocada pelo vírus.

“Agradeço e reafirmo a importância da colaboração e a necessária união de todos num grande pacto pela preservação da vida e dos empregos: Parlamento, Judiciário, governadores, prefeitos e sociedade.”

Antagonista

Postar um comentário

0 Comentários