Maia acusa Guedes de transferir responsabilidades

Maia rebate Guedes sobre auxílio de R$ 600 e acusa governo de ...

Rodrigo Maia rebateu agora à noite a fala de Paulo Guedes sobre o dinheiro do “coronavoucher” aprovado pelo Congresso, R$ 600, ainda não ter sido repassado aos trabalhadores informais.

Mais cedo, o ministro da Economia havia respondido ao presidente da Câmara dizendo “se ele [Maia] encaminhar e aprovar em 24 horas uma PEC emergencial que regularize isso, o dinheiro sai em 24 horas”.

Maia rebateu dizendo que o governo já recebeu o aval do STF para gastar diante do estado de calamidade pública e que, em liminar, Alexandre de Moraes deu a possibilidade de editar uma MP para liberar recursos aos informais.

“Câmara e Senado aguardam, todos nós aguardamos, os brasileiros ansiosamente, a sanção do presidente da República. Apenas esse esclarecimento, sem nenhuma adjetivação, nenhuma crítica, apesar de que seriam merecidas em relação à fala [de Guedes]. Mais uma vez o ministro da Economia transferindo a terceiros responsabilidades dele”, disse o presidente da Câmara.  
O Antagonista

Postar um comentário

0 Comentários