Ministro do STF diz que ainda é cedo para adiar eleições


O ministro do STF e próximo presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Luís Roberto Barroso, afirmou nesta sexta (10), em entrevista à rádio BandNews, que ainda é cedo para definir um possível adiamento das eleições municipais de outubro e que quem pode fazer isso é o Congresso.

“A mudança de data da eleição depende do Congresso. Se tivermos que adiar por dois meses, que possamos realizar no primeiro domingo de dezembro”, disse o ministro do STF, que assumirá a presidência do TSE no mês que vem.

Barroso afirmou ainda que há questões técnicas a serem cumpridas até junho, como os testes das urnas. “E, quero lembrar, nunca se conseguiu provar nada contra as urnas eletrônicas.”

Fonte: O Antagonista

Postar um comentário

0 Comentários