quarta-feira, 24 de fevereiro de 2021

‘Doença da urina preta’ deixa irmãs internadas após comerem peixe

 20210224101957cnzPtj 'Doença da urina preta' deixa irmãs internadas após comerem peixe

Duas irmãs são internadas em hospital no Recife apresentando sintomas de mal-estar e dores após comerem peixe da espécie arabaiana. Segundo a família, os médicos deram o diagnóstico da Síndrome de Haff, popularmente conhecida por “doença da urina preta”. O governo Estadual de Pernambuco já investiga cerca de cinco casos dessa doença.

Os principais sintomas são: falta de ar; dormência e perda de força em todo o corpo; urina cor de café.

A internação da empresária Flávia Andrade, de 36 anos, e a irmã dela, a médica veterinária Pryscila Andrade, de 31 anos, ocorreu horas após almoço. Foram levadas para o Hospital Português, no bairro do Paissandu, na área central da capital pernambucana, no dia 16 de fevereiro.

O peixe arabaiana, é conhecido como “olho de boi”. E de acordo com a empresária Betânia Andrade, mãe das pacientes, o alimento foi comprado no bairro do Pina, na Zona Sul Recife.

Nenhum comentário: