quinta-feira, 25 de fevereiro de 2021

Segundo o TCU, pagamentos irregulares do auxílio emergencial totalizaram R$ 54 bilhões

 Segundo o TCU, pagamentos irregulares do auxílio emergencial totalizaram R$ 54 bilhões

Pagamentos irregulares do auxílio emergencial representaram um rombo aos cofres públicos no valor de R$ 54,66 bilhões em 2020, é o que estima o Tribuna de Contas da União (TCU). Esse valor corresponde 18% dos R$ 293 bilhões que foram destinados ao programa desde o início da pandemia de coronavírus.

O TCU ainda aponta que 7,3 milhões de beneficiários podem ter recebido o auxílio de forma irregular e 6,4 milhões mulheres podem ter sido contempladas com a cota em dobro sem merecê-la. O balanço foi divulgado nesta quarta-feira (24).

Esse valor seria o suficiente para manter o pagamento do benefício por mais três meses de R$ 300 a 60 milhões de brasileiros.

Nenhum comentário: