sábado, 18 de setembro de 2021

MP pede anulação das eleições em Pedro Velho (RN), cassação da prefeita Dejerlane Macedo e realização de novo pleito

 


Em ação do DIRETÓRIO MUNICIPAL DO PARTIDO SOCIAL CRISTÃO – PSC de Pedro Velho (RN) em face da candidata eleita DEJERLANE MACEDO e de seu vice INÁCIO RAFAEL DACOSTA, para investigar possível cometimento de abuso de poder político pela contratação irregular de servidores com vínculo precário na Prefeitura de Pedro Velho (RN) durante o ano de 2020.

Alega o representante que a investigada DEJERLANE MACEDO, na condição de Prefeita do município de Pedro Velho (RN) e candidata à reeleição, aproveitando-se da influência política e de recursos públicos, praticou atos que violaram a isonomia no processo eleitoral de 2020 em prol de sua candidatura e de seu vice.

O Ministério público do RN, após investigação aprofundada e instrução investigativa com várias testemunhas, comprovou a ilegalidade nas eleições do município e pediu a anulação das eleições e que a atual prefeita fique inelegível por 8 anos, pede ainda realização de novas eleições.

Nenhum comentário:

Postagem mais vistas