rede social

domingo, 19 de dezembro de 2021

Os 10 principais modelos de carros que saíram de linha em 2021

 

Com um turbulento ano em 2021, a indústria automotiva nacional precisou se adaptar a uma situação bastante atípica. Por conta da escassez de componentes eletrônicos, as montadoras priorizaram os materiais que tinham em mãos para seus modelos mais rentáveis em detrimento aos carros de entrada.

Além disso, com a desvalorização do real, o poder de compra caiu e o preço dos carros subiu. Quem pode comprar um veículo 0 km hoje está dando prioridade para modelos mais caros e completos.

Por último, uma nova fase do Proconve, programa de controle de emissões de poluentes, entrará em vigor em 2022 com maiores restrições, o que afasta alguns modelos não adequados. A junção destes fatores resultou na aposentadoria de alguns modelos veteranos.

Confira os 10 dos principais carros que saíram de linha em 2021

Ford Ka

Logo no início do ano, em janeiro, a Ford pegou o mercado de surpresa ao anunciar o encerramento de suas atividades manufatureiras no Brasil. Com isso, os carros que eram fabricados por aqui deixaram de ser fabricados na sequência. Isso incluiu a família Ka, com hatch e sedã deixando de ser oferecidos. Eles eram os modelos mais vendidos da marca em nosso mercado.

Ford EcoSport

Pelo mesmo motivo, o Ford EcoSport também parou de ser fabricado. O SUV foi responsável pela inauguração e popularização do segmento compacto dos utilitários esportivos e uma nova geração já estava praticamente pronta, sendo desenvolvida junto ao time de engenharia da Índia. No entanto, o fechamento das fábricas da Ford no Brasil encerrou a história.

Troller T4 e TX4 

Outro modelo que não resistiu à mudança de estratégia da Ford para o Brasil foi o Troller T4. A marca cearense era propriedade da empresa norte-americana e, quando as fábricas fecharam, a Ford informou que o destino da Troller ainda seria decidido.

Após meses de negociações sem sucesso, a marca do oval azul optou por encerrar as atividades da Troller em agosto, com as últimas unidades do SUV sendo fabricadas em outubro. Com isso, extinguiu-se uma das últimas marcas nacionais.

Volkswagen up!

Por conta da legislação que exigiu cintos de segurança para todos os ocupantes, que entrou em vigor em janeiro, o Volkswagen up! passou a poder levar apenas 4 passageiros. A mudança fez com que o mercado esperasse que o carro ganhasse uma sobrevida, apesar de suas vendas nunca terem deslanchado no Brasil. No entanto, já em abril, o carro deixou de ser fabricado para o nosso mercado.

Toyota Etios

Oferecido no Brasil como modelo mais acessível da Toyota e fruto de um projeto indiano, o Toyota Etios, hatch e sedã, enfrentou um pouco de preconceito por conta do visual simples. Com vendas abaixo do esperado, deixou de ser produzido para o mercado brasileiro. A marca usou o espaço na fábrica para produzir o SUV Corolla Cross, mas o Etios continua sendo feito para outros mercados da América Latina. 

Chevrolet Montana

Em maio, uma comunicação de um sindicato dos metalúrgicos do ABC entregou que a Chevrolet estava parando de fabricar a Montana em São Caetano do Sul (SP). A picapinha nunca conseguiu fazer frente às rivais Volkswagen Saveiro e Fiat Strada nas vendas, principalmente depois da apresentação da atual geração da última.

No entanto, será um “até breve” e não um “adeus”. A Chevrolet já informou que investirá em sua linha de montagem para produzir a nova geração Montana, que deve crescer e competir com a Fiat Toro.

Fiat Grand Siena

Veterano de outros tempos, o Fiat Grand Siena passou de opção intermediária entre os sedãs da marca para um modelo bem básico focado no segmento de entrada. Porém, com motores mais que veteranos e vendas em queda, o modelo sairá de linha neste ano.

Em seu lugar, a marca deverá adaptar o Cronos, sedã mais novo, tirando equipamentos e instalando um motor 1.0 para reduzir seu custo e ocupar o lugar do Grand Siena.

Volkswagen Fox

Fruto de um projeto nacional que chegou até a ser exportado para a Europa, o Volkswagen Fox estava na mesma geração desde o lançamento em 2003. Desde então, passou apenas por reestilizações e recebeu novos motores. Seu fim foi anunciado em outubro, após mais de 1,8 milhão de unidades fabricadas.

Honda Fit

Misto de minivan com hatchback, o Honda Fit sempre foi admirado pela confiabilidade e modularidade de seu espaço interno. Com uma nova geração já apresentada no Japão, o carro evoluiu e ficou muito refinado. Até demais para o mercado brasileiro. A construção sofisticada deixaria o novo Fit proibitivamente caro para o Brasil e a Honda anunciou o fim do carro por aqui com as últimas unidades sendo produzidas agora em dezembro.

Honda Civic 

Da mesma forma, o Honda Civic também deixará de ser fabricado no Brasil até o final de 2021. O sedã foi o primeiro carro que a marca produziu no Brasil e recebeu uma nova geração neste ano. Assim como o Fit, ficou refinado e sofisticado demais para a realidade de nosso mercado. No entanto, ele voltará a ser oferecido como um carro importado a partir do ano que vem.

CNN Brasil

Nenhum comentário:

Postagem mais vistas

Poastagem Destaque

Em 2020, o ex prefeito cassado e condenado pela justiça eleitoral, junto com sua trupe prometeu perfurar um Poço por mês em João Câmara, e ai, já perfurarão 12 poços este ano?

Como sempre nas campanhas eleitorais a maioria dos políticos realizam inúmeras promessas, e a trupe que esta no comando do município de João...