BTemplates.com

Pular para o conteúdo principal



Aperte o play para ouvir

Como é difícil fazer política, a saga de Haroldo Azevedo dentro do Patriotas


Haroldo Azevedo resolveu se filiar ao Patriotas, partido sem expressão, nanico, não tinha nenhuma visibilidade. Quando Haroldo entrou, o partido "nasceu" no RN, até o presidente da sigla, o desconhecido Marcel Vidal, ganhou seus 10 minutos de fama. 

Haroldo rodou o RN, concedeu mais de 250 entrevistas, rodou 60 mil quilômetros, debateu ideias, colocou sua ideologia e quando viu que ainda não era a hora correta, resolveu desistir. 

Aí começou a procurar Marcel para conversar, foram inúmeras mensagens e o ocupado Marcel sempre adiando o encontro. Eram viagens para Ielmo Marinho, Macaiba, Parnamirim, nunca podia conversar com Haroldo.

Quando concedeu a entrevista ao Agora RN, Haroldo ainda mandou uma mensagem para Marcel, em tom amigável, agradeceu o tempo convivido, como resposta viu pela imprensa um vídeo de Marcel dizendo que o Patriotas foi traído por Haroldo. 

Conto essa história porque tive acesso às conversas de WhatsApp de Haroldo e Marcel, a insistência do empresário de falar com o presidente do partido. A decisão de Haroldo foi pessoal, atendendo a um apelo dos filhos, que ele resolveu atender. 

Em época de tão pouca ideologia, Haroldo pelo menos plantou um raiz da direita conservadora aqui no RN. 

Fonte: Blog do Gustavo Negreiros

Comentários