Pular para o conteúdo principal

Radio Conexão Mato Grande Play

LAPAC JOÃO CÂMARA - 3262-3478 - 99401-7616


Hermano Morais repercute dados do Caged para o Rio Grande do Norte

Como de costume, o deputado Hermano Morais (PV) repercutiu nesta quarta-feira (31), durante pronunciamento na sessão plenária da Assembleia Legislativa, dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado na última segunda pelo Ministério do Trabalho e Previdência. O parlamentar destacou o saldo positivo nos postos de trabalho, mas lamentou a queda em relação ao mês anterior.

A economia do Rio Grande do Norte fechou o mês de julho com saldo positivo de 2.458 empregos com carteira assinada. Apesar do registro positivo, o mês terminou com desaceleração nos contratos firmados ao se comparar a junho passado, quando foram gerados 3.559 novos empregos, o que representa redução de 30% no período analisado.

Segundo o levamento apontado pelo parlamentar, o resultado de julho é a diferença entre as 16.978 contratações ante as 14.520 demissões no período. Com o novo balanço, o Rio Grande do Norte contabiliza estoque total de 447,9 mil empregos formais. Em 2022, o saldo na abertura de empregos também é positivo. Entre janeiro e julho, o Caged aponta para 8.276 postos de trabalho criados no Rio Grande do Norte, o que reflete as 112.692 admissões e as 104.416 demissões no período. 

Ainda de acordo com os dados do Caged revelados pelo deputado, o setor da agropecuária potiguar foi o maior responsável pela criação de postos de trabalho em julho, contratando 1.315 trabalhadores com carteira assinada e demitindo 470, ficando o saldo positivo de 845. “A Construção Civil também tem dado a sua contribuição, que registrou um crescimento 15,38% no estoque de empregos formais. Destaque ainda para o setor de Serviços, com 210 mil pessoas com carteira assinada. Em 2022, o setor registrou 47,6 mil admissões e 41 mil demissões. O saldo no período é de 6.417 vagas de trabalho criadas", citou Hermano.

Ao final do pronunciamento, o parlamentar enalteceu também as micro e pequenas empresas. “O segmento foi responsável pela abertura de cerca de 60% do total de vagas criadas. O setor merece todo o apoio do Estado e vem recebendo sempre o nosso apoio aqui na Assembleia Legislativa. Parabéns a todos os empreendedores, em especial ao micro e pequeno empresário, sempre contribuindo de forma positiva com a economia potiguar”, concluiu ele.

Comentários