Decreto limita em 30% o numero de fieis nos Cultos e Missas no município de João Câmara

João Câmara: Paróquia completa 90 Anos de criação

Confira o que diz o decreto 020/2020  sobre a realização de cultos e missas no município de  João Câmara.

III – Igrejas e Templos Religiosos; 

a) As igrejas e templos religiosos poderão funcionar até o limite de: 

a) 30% (trinta por cento) de sua capacidade de acomodação, em locais com até 600m² (seiscentos metros quadrados) de área; e b) 20% (vinte por cento) de sua capacidade de acomodação, em locais com mais de 600m² (seiscentos metros quadrados) de área; 

b) Para fins de definição da capacidade de acomodação, deve ser utilizada a razão de 1 (uma) pessoa para cada 5m² (cinco metros quadrados) de área do local; 

c) Em todos os casos, deve ser assegurado o distanciamento mínimo de 1,5m (um metro e meio) entre as pessoas, inclusive com demarcação de distância nas fileiras de bancos e assentos coletivos. 

d) Caberá à administração da igreja ou templo religioso: 

1) o controle de acesso para que não seja ultrapassado o limite máximo de pessoas; 

2) a proibição de acesso ou permanência de pessoas no local sem a utilização de máscara de proteção; 

3) a disponibilização, na porta de acesso e em locais de circulação de pessoas, de álcool 70º para higienização das mãos dos frequentadores; 

4) a recomendação de que pessoas com mais de 60 (sessenta) anos, hipertensos, diabéticos e gestantes se abstenham de comparecer às cerimônias, com atendimento individual exclusivamente em domicílio. 

e) Todas as áreas devem ser mantidas ventiladas, com portas e janelas abertas sempre que possível, vedado o uso de ar-condicionado; 

f) Os atendimentos individuais devem ser realizados com horário agendado, devendo ser intensificada a higienização das mãos com álcool 70º IPNM antes e depois do atendimento; 

g) Caso algum dos colaboradores venha a apresentar sintomas de contaminação pelo COVID-19, deve ser orientado a buscar atendimento médico, com imediato afastamento do trabalho e do atendimento ao público pelo período mínimo de 14 (quatorze) dias, ou conforme determinação médica; 

h) Caberá à administração da igreja ou templo religioso orientar os seus frequentadores a não participar das cerimônias religiosas em caso de surgimento dos sintomas do COVID-19; 

                   Dependências do Palácio Torreão, Gabinete do Prefeito Municipal de João Câmara-RN, em 15 de julho de 2020. 

__________________________________________ 
Manoel dos Santos Bernardo 
Prefeito Municipal _____________________________________________________ 

Postar um comentário

0 Comentários