Trump é retirado de coletiva após tiros do lado de fora da Casa Branca

A Casa Branca, sede do governo dos Estados Unidos, entrou em lockdown após dois tiros serem ouvidos durante a coletiva do presidente Donald Trump. Os disparos foram feitos do lado de fora da Casa Branca.
Trump discursava enquanto foi discretamente interrompido por um segurança e retirado do salão.
O Serviço Secreto americano ativou um protocolo de segurança e o local entrou em lockdown (fechamento total) impedindo a entrada e saída de pessoas. Os jornalistas ficaram trancados na sala de imprensa.
Após alguns minutos, Trump retornou ao seu discurso e disse que uma pessoa havia sido baleada pelo Serviço Secreto do lado de fora da Casa Branca. O presidente não deu maiores detalhes sobre o caso.
“Parece que agentes da lei atiraram em alguém, no suspeito. E o suspeito está a caminho do hospital”, explicou.
Trump garantiu não ter qualquer informação sobre a identidade ou a motivação da pessoa baleada. Questionado pelos jornalistas se a pessoa estava armada, respondeu: “Pelo que entendi, a resposta é sim”.
Autoridades estão investigando o ocorrido.
Estado de Minas

Postar um comentário

0 Comentários