quarta-feira, 28 de abril de 2021

“Não há mais vagas nos cemitérios de Guamaré” Disse vereador Gustavo


“Não ter onde cair morto”. O ditado popular pode resumir bem a situação de um problema que se arrasta por muito tempo em Guamaré sem solução por parte dos seus governantes.

A falta de espaço para enterros nos cemitérios da sede e no maior distrito do município, localizado na comunidade de Baixa do Meio, e no povoado de Mangue Seco I, tem preocupado muito a população do município que não sabe mais onde sepultar seus ente queridos, assunto  muito debatido na sessão ordinária desta terça-feira (27), na Câmara Municipal.

A imagem feita de Drone revela uma situação de abandono e falta de espaço, um verdadeiro déficit funerário. Como se não bastasse à dor pela perda de um ente querido, a população vive uma verdadeira ‘via crucis’ para conseguir enterrar dignamente um parente no município.

Aí entra uma discussão que varia de acordo com o credo, ou a falta dele, de cada um. Mas isso não vem ao mérito. O problema exposto pelo o vereador Gustavo Santiago (SD), é o que fazer com o corpo após o fim da vida, tendo em vista que não há mais vaga no cemitério público em nenhum dos três locais.

Os cemitérios não foram projetados para o futuro por gestores anteriores, e mesmo constando no orçamento dos últimos anos aprovado pela própria câmara municipal nada foi feito. E por esta razão, o local não acompanha o crescimento desordenado do município.

Aliado à falta de investimento a falta de espaço nos cemitérios acumulam problemas que podem afetar qualquer um de nós em um dos momentos mais difíceis de lidar, que é o de se despedir de um ente querido.

O vereador ainda disse que tomou conhecimento de uma ampliação da prefeitura, através da secretaria de obras, do cemitério de Baixa do Meio, fato que ele jamais ele concorda, tendo em vista que a possível obra de ampliação só vai atender 30% da atual extensão.

Com tudo isso que está acontecendo quem mais sofre são as famílias que perdem seus entes queridos, e vem logo a preocupação… Onde enterrar, se os únicos cemitérios estão cheios?

A solução encontrada por muitos, em especial, em plena pandemia, está sendo improvisar covas dentro da necrópole.

Gustavo pediu a união de todos os vereadores para que se desse as mãos em prol de resolver esse problema social. O vereador teve apoio por unanimidade, até da base de sustentação do governo.

Cemitério Público de Guamaré

Nenhum comentário: