sábado, 24 de abril de 2021

VÍDEO: Piscina desaba em garagem de condomínio de luxo em Vila Velha-ES

Câmeras de segurança do residencial Parador, em Vila Velha (ES) flagraram o momento exato em que a piscina do condomínio de luxo desabou, com a água e os escombros invadindo a garagem.

Os registros foram divulgados no final da tarde de hoje, depois de uma vistoria no local. Neles, é possível ver que às 21h56 de ontem, a piscina, de estilo raia, desabou completamente. A cena dura pouco mais de um segundo.

Uma outra câmera capturou a parte debaixo da torre, onde está a garagem.

Além de atingir o subsolo, danificando carros, os escombros e a água chegaram até às ruas do entorno do condomínio Parador, em Itaparica.

Apesar do susto, no momento do incidente ninguém passava pelo local e se feriu.

Os moradores ficaram assustados com o barulho alto e chegaram a dizer que o prédio tremeu com o impacto do desabamento.

90 apartamentos tiveram que ser esvaziados até que fossem feitas vistorias no prédio. Uma moradora de um condomínio vizinho chegou a relatar o desespero das pessoas com o incidente.

“Eu tomei um susto, achei que era até o meu prédio, mas era ao lado. Ainda bem que não machucou ninguém. Fiquei muito triste de ver os moradores saindo às pressas. Muitos com criança pequena dormindo no colo”, relatou Bel Guimarães.

Durante todo o dia, equipes da Defesa Civil e também do Crea-ES (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Espírito Santo), estiveram no local. A vistoria inicial coordenada pelo gerente de fiscalização, Leonardo Leal, identificou que o aço que segurava o fundo da piscina não estava preso.

No início da noite, a empresa Argo, responsável pelas duas torres do residencial, informou que a Defesa Civil emitiu parecer de que a estrutura da edificação não foi abalada pelo incidente, corroborando com o laudo emitido pelo engenheiro calculista, permitindo o retorno dos moradores aos seus apartamentos.

“O retorno acontecerá até terça-feira (27), a fim de resguardar a segurança dos moradores, evitando possíveis aglomerações e alto fluxo de prestadores de serviço nesse momento de pandemia. Nesse período a Argo vai continuar a arcar com as despesas de hotel e afins”, disse a empresa.

UOL

Nenhum comentário: