Pular para o conteúdo principal








 

Saúde Prefeitura de São Gonçalo assina contrato para construção de hospital com 135 leitos; unidade também vai atender Região Metropolitana

Foto: Isaias Carlos

O prefeito em exercício de São Gonçalo do Amarante/RN, Eraldo Paiva, o secretário de saúde, Jalmir Simões, e o de Infraestrutura, Márcio Barbosa, assinaram, nesta quarta-feira (23), contrato com a empresa vencedora do processo licitatório para construção do hospital geral do município que contará com 135 leitos, e atenderá a Região Metropolitana de Natal.

Em cerimônia transmitida pelas redes sociais, o Prefeito Paulinho Emídio, licenciado do cargo para tratamento de saúde, também participou do momento o qual chamou de histórico. “Hoje foi dado mais um passo importante na consolidação do sonho dessa obra de grande alcance social e tão esperada pelo nosso povo”, iniciou sua fala.

O gestor também relembrou da luta em busca de recursos para viabilizar a obra. “Antes de assumir a prefeitura, ainda em 2016, comecei a pedir ajuda para esse pleito. E só no final de 2019, com apoio do deputado federal João Maia, conseguimos que o Governo Federal empenhasse R$ 50 milhões para construção. E, se Deus quiser, em breve estaremos dando início às obras”.

Eraldo Paiva destacou a importância desse equipamento para saúde pública do município e da Região Metropolitana de Natal. “Essa ação vem no momento em que o povo brasileiro reconheceu a importância do SUS para a saúde pública do país. E esse equipamento vai fortalecer o atendimento do SUS em São Gonçalo do Amarante, na Região Metropolitana de Natal e no RN”, disse.

O prefeito em exercício ainda agradeceu aos secretários e servidores pelo trabalho e empenho para concluir as etapas do processo. “Grande é o trabalho dessa gestão que vem fazendo muito para São Gonçalo do Amarante. E vamos iniciar as obras com toda responsabilidade e competência”.

A solenidade também contou com participação dos vereadores, e da secretária adjunta da Secretaria Estadual da Saúde Pública (Sesap), Lyane Ramalho.

O hospital

Orçada, inicialmente, em mais de R$ 50 milhões, a obra vai ter investimento total de R$ 42.578.159,95, uma economia de 15,46% em relação ao valor inicial. Com a conclusão da licitação, agora os documentos são encaminhados para a Caixa Econômica Federal, que terá 30 dias para liberar o início das obras. A empresa vencedora foi a Comtérmica – Comercial Térmica LTDA.

O hospital vai contar com 135 leitos, sendo 120 de clínica médica, cirúrgica, obstétrica e pediátrica, 7 leitos de UTI Adulto e 8 UTI Pediátrico. Além disso, a unidade terá serviço de urgência e emergência adulto e infantil, separadamente, com classificação de risco.

 

Comentários

Aperte o play para ouvir