Engarrafamento no Canal de Suez termina 5 dias após navio desencalhar


Todos os navios que aguardavam na fila puderam atravessar o Canal de Suez neste sábado (3), pondo fim ao enorme engarrafamento no local. O tráfego marítimo ficou interrompido de 23 a 29 de março depois de o cargueiro gigante Ever Given ter encalhado e bloqueado completamente a via marítima.

Todos os navios que esperam ao largo desde que o “Ever Given”, em 23 de março, cruzaram” o istmo de Suez, anunciou a Autoridade do Canal de Suez (SCA), em comunicado. O fim do engarrafamento levou um pouco mais de tempo que o previsto inicialmente. O presidente da SCA, almirante Ossama Rabie, havia adiantado na segunda-feira (29), em entrevista ao canal local Sadaa al-Balad, que levaria “cerca de três dias e meio” para resolver tudo.

O “Ever Given”, com mais de 400 metros de comprimento, foi desencalhado em 29 de março após uma longa e complexa operação. O navio de bandeira panamenha, operado pelo armador taiwanês Evergreen Marine Corporation, foi rebocado para o Grande Lago Amargo, que fica no meio do Canal de Suez. No mesmo dia, o tráfego foi retomado entre o Mar Vermelho e o Mediterrâneo.

O incidente raro no comércio marítimo paralisou por uma semana o tráfego na rota navegável mais curta entre a Ásia e a Europa e comprometeu a circulação mundial de mercadorias. Ao todo, 422 navios, com 26 milhões de toneladas de produtos, ficaram bloqueados.

Os últimos 61 cargueiros que aguardavam na fila puderam fazer a travessia neste sábado. “Outros 24 novos navios”, também puderam cruzar o canal indicou o comunicado, assinado pelo presidente da SCA.

Segundo dados da entidade, cerca de 19 mil navios cruzaram o Canal de Suez em 2020, ou seja, uma média de 51 navios por dia.

Época com informações de AFP

Postar um comentário

0 Comentários