BTemplates.com

Pular para o conteúdo principal



MEC teria superfaturado R$ 732 milhões em licitação de ônibus escolares


O governo federal abriu um processo de licitação para compra de ônibus escolares que prevê pagar R$ 700 milhões. A denúncia foi realizada pelo jornal O Estado de S.Paulo e marca mais um escândalo no Ministério da Educação (MEC).

A licitação do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), marcada para esta terça-feira (5), prevê a compra de ônibus escolares por preços superiores aos praticados no mercado. Os veículos custam cerca de R$ 270,6 mil, a licitação prevê o valor de R$ 480 mil por um ônibus.

Com isso, o superfaturamento é de R$ 232 milhões. O jornal O Estado de S. Paulo mostra que 3.850 ônibus seriam adquiridos para estudantes em áreas rurais. Seria necessário R$ 2,045 bilhões para que a compra fosse realizada.

Quando somado, o montante passa de R$ 732 milhões em comparação com o custo dos veículos no mercado, o que mostra uma diferença de 55%.

O parecer foi criticado pela própria área técnica do FNDE, os funcionários apontaram risco de sobrepreço nos valores indicados. A Controladoria-Geral da União C(GU) também criticou o fato do FNDE não avaliar o preço dos ônibus.

Comentários