quinta-feira, 5 de setembro de 2019

Hermano recebe título de cidadão campograndense


O deputado estadual Hermano Morais agora é o mais novo cidadão de Campo Grande. A honraria foi entregue na manhã desta quarta-feira (04) pelo vereador e presidente da Câmara Municipal, Vagner Sousa.

“Estou muito honrado em ter recebido o título honorífico de cidadão campograndense. Gostaria de agradecer ao presidente pela propositura e indicação de meu nome. Pude contribuir para elaboração de um projeto de alteração toponímica do município, que se chamava Augusto Severo. Tal situação impedia o recebimento de verbas federais causado por essa duplicidade, advinda em processo em âmbito local desde 1991”, disse o deputado.

No ano de 2017, Hermano foi em audiência no Tribunal Regional Eleitoral (TRE). O intuito da reunião foi de discutir com o desembargador Dilermando Mota o ofício que foi enviado pela Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte ao órgão, que tratou da alteração toponímica de Augusto Severo para Campo Grande, nome atual do município.

Depois disso, o presidente do TRE pediu ao presidente do TSE a realização de um plebiscito durante as eleições de 2018, com o objetivo de dar fim a duplicidade nominal. De acordo com o órgão, 95,75% da população votou favorável à mudança do atual nome oficial da cidade. Augusto Severo foi preferido por 4,25% dos votos válidos. Campo Grande fica na região Oeste potiguar.

Oriundo de projeto do deputado Hermano Morais e que foi aprovado na Assembleia no final do citado ano, a elaboração do documento partiu da necessidade de concluir  o processo iniciado anos atrás e não devidamente concluído por falta de autorização legislativa, sanada com a aprovação. A mudança se fez necessária já que alguns órgãos públicos vinham adotando a duplicidade dos nomes, o que tinha gerado confusão  e prejuízo para o município

Sendo assim, o pleito de 2018 foi diferente para os eleitores locais: além de votarem para as eleições federais e estaduais, puderam decidir também, no “segundo turno”, por meio de plebiscito, a mudança toponímica do município de Augusto Severo para Campo Grande.

O Diário Oficial do Estado (DOE) do dia 23 de abril deste ano, trouxe a sanção da lei 10.501, de 22 abril de 2019, que alterou a toponímia do município de Augusto Severo que passou a se chamar Campo Grande.

O empresário Emíldio Melo e a jornalista Ana Paula Cadengue também receberam a comenda por terem colaborado na construção do projeto inicial com pesquisas junto ao Instituto Histórico e Geográfico do RN. Com este resgate histórico, Campo Grande comemorou neste 4 setembro o aniversário da cidade.

Nenhum comentário:

Compartilhamentos