quinta-feira, 18 de março de 2021

RN terá lockdown a partir de sábado; confira os serviços que poderão funcionar

O novo decreto do Governo do Rio Grande do Norte com medidas restritivas para conter a o avanço da covid-19 prevê fechamento do que não for considerado serviço essencial entre 20 de março e 3 de abril. Ainda há detalhes sendo definidos, mas a maior parte do decreto seguirá as recomendações do Comitê de Especialistas da Secretaria de Saúde Pública do RN.

A informação foi confirmada pela vice-presidente da CDL Natal, Maria Luisa Fontes, em entrevista concedida a 98 FM. A empresária participou de uma reunião virtual da classe produtiva com a governadora Fátima Bezerra, quando foram anunciadas as medidas.

Segundo o Comitê, são considerados serviços essenciais:

- Oficinas de veículos automotores, máquinas e equipamentos agrícolas; Locadoras de máquinas e equipamentos agrícolas;

- Lojas de suprimentos agrícolas

- Podólogos

- Serviços de saúde

- Serviços de segurança privada

- Supermercados; Mercados; Hipermercados; Quitandas; Açougues; Peixarias; Padarias; Distribuições de alimentos;

- Serviços de Delivery;

- Loja de autopeças; Postos de combustíveis;

- Farmácias, drogarias e similares; Lojas de artigos médicos e ortopédicos;

- Hotéis, flats, pousadas e acomodações similares;

- Lojas de material de construção; Locadoras de máquinas e equipamentos para construção;

- Petshops, hospitais/clínicas de veterinária; - Locadoras de máquinas, equipamentos e bens tangíveis;

- Atividades de agências de emprego; Atividades de agências de trabalho temporário;

- Lojas de reparos de computadores e bens pessoais e domésticos;

- Lavanderias;

- Serviços funerários;

- Atividades financeiras e de seguros;

- Imobiliária com serviços de vendas e/ou locação imóveis;

- Transportes Públicos coletivos ou não (ônibus, trens, táxis, transportes por aplicativos e outros);

- Correios e serviços de entregas; Transportadoras;

- Imprensa.

Confira a transmissão ao vivo feita no perfil oficial da governadora Fátima Bezerra para tratar sobre o novo decreto:

*Com informações da Tribuna do Norte

Fonte: Portal Grande Ponto

Nenhum comentário: