quarta-feira, 9 de junho de 2021

Prefeitura do RN decreta “lockdown” para conter Covid-19

 

A Prefeitura de Lajes publicou um decreto endurecendo as medidas restritivas para conter o avanço da pandemia de Covid-19. As novas regras passaram a valer nesta segunda-feira (7) e estabelecem um período de “lockdown”, ou seja, uma obrigação mais rígida de confinamento à população.

O decreto do prefeito Felipe Menezes (PP) estabelece que bares, restaurantes e similares só podem funcionar para entrega em domicílio. A exceção é para os estabelecimentos que operam às margens da BR-304, para atendimento exclusivo a viajantes – o município é tradicional parada de motoristas que se dirigem de Natal para o interior do Rio Grande do Norte.

No restante do município, fica proibida também a venda de bebidas alcoólicas. Além disso, as academias não podem abrir. Centros comerciais ficam fechados, com exceção de açougues. Os templos religiosos podem abrir das 8h às 17h, mas para receber no máximo 5 fiéis ao mesmo tempo. Repartições públicas vão funcionar na próxima semana apenas para expediente interno.

Para frear o avanço da Covid-19, a prefeitura também decidiu montar barreiras sanitárias na entrada da cidade. Moradores de outras localidades podem transitar, mas precisam comprovar que estão praticando atividades essenciais.

Pelas redes sociais, a Prefeitura de Lajes explicou que o “lockdown” foi decretado porque, nos últimos 14 dias, os indicadores epidemiológicos passaram do máximo aceitável. A cidade estabeleceu que, para continuar com a flexibilização, o número de casos confirmados, casos suspeitos e óbitos não poderia passar da média de 80 por dia em um intervalo de duas semanas.

Entre 21 de maio e 3 de junho, a média ficou em 82,8 – foram 698 casos suspeitos, 463 casos confirmados e nenhuma morte.

“A Prefeitura de Lajes volta a pedir pela colaboração da população no cumprimento de todas as normas determinadas no decreto municipal mais recente. É somando os esforços de cada um, que vamos alcançar a esperada #LajesSemCovid!”, escreveu a gestão municipal, pelas redes sociais.

98 FM

Nenhum comentário: