domingo, 6 de junho de 2021

RN fica de fora da primeira leva da vacina Sputnik


O Rio Grande do Norte não será beneficiado com a primeira leva da vacina Sputinik V no Brasil. A informação é do Território Livre, da Tribuna do Norte.

Segundo a publicação, os processos de importação analisados e aprovados com inúmeras ressalvas pela Anvisa foram para os estados da Bahia, Maranhão, Sergipe, Ceará, Pernambuco e Piauí. Alagoas, Paraíba e Rio Grande do Norte ficaram de fora.

A área técnica Anvisa estabeleceu condições para a importação das vacinas Sputinik V, da Rússia, e Covaxin, da Índia, caso o uso dos imunizantes seja aprovado pela diretoria do órgão regulador.

De acordo com a Anvisa, ainda há “incertezas técnicas”, em razão da falta de algumas informações sobre os imunizantes que possam garantir sua segurança e eficácia contra covid-19.

A avaliação feita pela área tanto em relação à Sputnik V quanto à Covaxin é de que faltam dados que permitam à Anvisa avaliar os critérios de qualidade, eficácia e segurança das vacinas.

Por isso, sugere-se a adoção de condicionantes para sua importação no Brasil.

Fonte: Portal Grande Ponto

Nenhum comentário:

Postagem em destaque

Postagem mais vistas