sexta-feira, 9 de julho de 2021

Atos contra democracia configuram crimes comum e de responsabilidade, diz Moraes


O ministro do STF Alexandre de Moraes disse nesta sexta-feira (9) que atos contra a Democracia não serão aceitos.

Em entrevista a O Globo, o comandante da Aeronáutica, Carlos de Almeida Baptista Junior, disse que a nota de repúdio das Forças Armadas contra o presidente da CPI da Covid, Omar Aziz, foi um “alerta às instituições”.

Além disso, mais cedo, Jair Bolsonaro voltou a levantar suspeitas sobre o processo eleitoral, como tem feito há meses.

No Twitter, Moraes afirmou que “atos contra a democracia” configuram crimes comuns e de responsabilidade, em um recado ao presidente.

Os brasileiros podem confiar nas Instituições, na certeza de que, soberanamente, escolherão seus dirigentes nas eleições de 2022, com liberdade e sigilo do voto. Não serão admitidos atos contra a Democracia e o Estado de Direito, por configurar crimes comum e de responsabilidade.”

Nenhum comentário: