sexta-feira, 6 de agosto de 2021

PRÊMIO CARCARÁ ABRE INSCRIÇÕES PARA ALUNOS DE ESCOLA PÚBLICA (Os selecionados terão premiações em dinheiro e capacitações na área do audiovisual)


Alunos da rede pública estadual estão sendo chamados a participar de uma iniciativa que promete estimular a criatividade, o protagonismo e a diversidade, através do Prêmio Carcará e o Festival Potiguar Audiovisual. De forma remota e com apenas um celular, os alunos de qualquer escola estadual do Rio Grande do Norte poderão concorrer aos prêmios e participar do festival.

Os interessados devem formar grupos de 03 alunos e produzir com o celular um vídeo com duração de três minutos, com a temática: meu olhar, meu lugar. “A ideia principal do projeto é criar um trabalho em rede, envolvendo alunos e professores, dentro do universo escolar.

Através do audiovisual, eles lançarão o olhar sobre a sua realidade, exercendo o seu protagonismo e registrando histórias, personagens e a cultura local” – disse Raimundo Melo, Idealizador do projeto.

Para participar, além de ser aluno de escola pública estadual, devidamente matriculado, o inscrito deve ter entre 12 e 18 anos. Outra exigência do processo seletivo é que a equipe de alunos tenha na sua formação pelo menos um integrante do sexo feminino ou um negro, indígena, cigano ou pessoa com deficiência. “Esse quesito garante a inclusão e a representatividade, que são questões importantes que o projeto quer promover junto aos alunos que participarão da iniciativa”, completou Raimundo Melo.

Na primeira fase do projeto, os vídeos produzidos pelas equipes de alunos serão analisados por uma comissão avaliadora. 60 alunos, divididos em 20 equipes, serão selecionados pelo prêmio, receberão certificado de participação, camiseta do projeto e uma capacitação na área do audiovisual.

Além disso, os três vídeos mais bem avaliados, receberão uma premiação em dinheiro no valor de 3 mil reais para cada equipe de alunos. “Se os três vídeos premiados contarem com a contribuição de um professor orientador da escola que os alunos estão matriculados, o professor também ganha um prêmio no valor de mil reais”, esclarece Talita Barbosa da ONG CECOP - Uma das instituições realizadora do Prêmio.

Todos os 20 vídeos produzidos pelos alunos integrarão o Festival Potiguar Audiovisual previsto para acontecer no mês de setembro. As 20 equipes selecionadas irão compor uma rede de novos realizadores audiovisuais no Rio Grande do Norte.
As 20 equipes selecionadas irão produzir uma série de 04 documentários sobre o patrimônio imaterial do Rio Grande do Norte, com foco na literatura de cordel, escultura e danças populares. Todo o material audiovisual que vai concorrer ao prêmio e os documentários produzidos pela oficina ficarão disponíveis na internet para a divulgação do trabalho dos novos realizadores audiovisuais do estado.

o edital do prêmio pode ser acessado no site www.premiocarcaradeaudiovisual.com.br. As inscrições começam no dia 04 de agosto e seguem até 04 de setembro e são gratuitas.

O Prêmio Carcará e o Festival Potiguar Audiovisual é um projeto realizado pelo Centro de Documentação e Comunicação Popular - CECOP e a RM produções em parceria com a RPTV – Rede Potiguar de Televisão Educativa e Cultural, o Instituto Unibanco e a Secretaria Estadual de Educação e Cultura. 

A iniciativa conta com o patrocínio da COSERN e do Instituto Neoenergia, por meio da Lei Câmara Cascudo, Fundação José Augusto e o Governo do Estado do RN; assim como da Lei Aldir Blanc Rio Grande do Norte, Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo e o Governo Federal.

Contatos:

Raimundo Melo - (84) 9.9950-4984
Talita Barbosa - (84) 9.8762-2916

Nenhum comentário:

Postagem mais vistas