Pular para o conteúdo principal








 

Pré-candidato a governador denuncia presidente do Patriota de ter tentado “vender” partido para Haroldo Azevedo


O representante comercial Carlos Jararaca, que busca viabilizar sua pré-candidatura ao governo do Estado pelo Patriota, acusa o presidente do partido, Marcel Vital, de usar a legenda na tentativa de obter vantagem financeira pessoal.

Segundo Jararaca, o dirigente do Patriota tentou “vender” o partido ao empresário Haroldo Azevedo, que não aceitou e, por esse motivo, teria desistido de ser candidato a governador pela sigla.

“Haroldo Azevedo chamou Marcel Vital de traidor, e eu sei o motivo pelo qual ele chamou. Ele (Vital) queria se aproveitar do partido e queria vender o partido a Haroldo Azevedo. Ele (Haroldo) é um cara direito, de caráter, organizado com as coisas dele. Não aceita um tipo de conversa dessa”, afirmou Jararaca, em entrevista nesta sexta-feira (15) ao programa 12 em Ponto, da 98 FM.

De acordo com o pré-candidato ao governo, Marcel Vital estaria tentando “levar vantagem com o partido”.

Filiado ao Patriota, Haroldo Azevedo retirou sua pré-candidatura a governador em 18 de maio. Em entrevista ao jornal Agora RN, o empresário disse que se decepcionou com os acordos políticos.

“Tinha ideia que a política era um jogo sujo, mas descobri que em certos momentos e por parte de certas pessoas, chega a ser asquerosa! Existe ainda uma minoria séria e trabalhadora, que luta pelos seus ideais e por uma vida melhor para o nosso povo. Mas, infelizmente, o que prevalece são os conchavos de políticos profissionais, quase todos denunciados por crimes eleitorais ou improbidade administrativa”, afirmou Haroldo, sem referir-se diretamente a Marcel Vital.

No mesmo dia, Marcel Vital usou as redes sociais para criticar a postura de Haroldo. “Fui pego de surpresa tanto quanto vocês com essa triste matéria. Quero dizer que fui pego de surpresa. Não sabia dessa notícia. Em momento algum fui consultado, fui perguntado sobre qual seria minha posição e o que achava. Haroldo Azevedo deve ter os motivos dele para tomar essa posição”, afirmou Marcel.

O presidente do Patriota no Estado acrescentou: “Quero dizer que ele traiu nossa confiança; traiu a confiança dos pré-candidatos do Patriota; do ex-deputado José Adécio, que estava trabalhando muito forte para levantar o nome dele… Ele resolveu jogar a toalha. Mas não vamos desistir. A luta é árdua, grande, mas não é impossível”.

Apoio a Clorisa

Com a desistência de Haroldo Azevedo, o Patriota resolveu endossar a pré-candidatura ao governo do Estado da ex-vereadora Clorisa Linhares (PMB). O apoio já foi declarado durante encontro partidário e deverá ser confirmado no dia 23 de julho, data da convenção partidária do Patriota.

“Ele não aceita (minha candidatura). Ele já está com o lado de Clorisa. Não sei que acordo eles fizeram”, afirmou Jararaca.

Jararaca afirma que, por sua postura dentro do partido, Marcel Vital tem negado a legenda para que ele seja candidato. O pré-candidato anunciou que vai procurar a Justiça Eleitoral para fazer valer o direito de ser candidato.

Via Portal da 98 FM

Comentários

Aperte o play para ouvir