SÃO GONÇALO: Poti Neto, esposa e apoiadores são denunciados por compra de votos na véspera da eleição

 

O Ministério Público Eleitoral entrou com ação de investigação judicial contra o então candidato a prefeito de São Gonçalo do Amarante, Francisco Potiguar Cavalcanti Neto, sua esposa Cinthia Cavalcanti, o candidato a vice Francimario Dantas e mais duas pessoas com acusações graves de compra de votos a partir de investigações e busca e apreensão realizada na véspera do pleito.

Segundo o MP, na véspera da eleição a esposa do candidato estava em um imóvel com uma movimentação atípica de pessoas. Também em uma mensagem de Cinthia com um apoiador enviada a foto de um montante de R$ 80 mil em dinheiro fracionado circulando no carro da esposa do candidato.

A operação ainda encontrou anotações com nomes e valores. O MP pede na ação a cassação do registro de candidatura e inelegibilidade por 8 anos aos investigados.

Postar um comentário

1 Comentários

Qual candidato não compra voto?apenas são denunciados outros não.