segunda-feira, 2 de agosto de 2021

Fábio Faria defende privatização dos Correios e assegura universalização dos serviços postais


O ministro das Comunicações, Fábio Faria, defendeu a relevância do projeto de lei que orienta a privatização da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, em rede nacional de rádio e televisão na noite desta segunda-feira (2).

O texto será votado na Câmara dos Deputados, a partir do retorno das atividades legislativas. Faria reafirmou que a desestatização fortalece os Correios e mantém a universalização dos serviços postais, conforme determina a Constituição Federal.

Faria relatou que em 2020 os Correios tiveram lucro de R$ 1,5 bilhão, após anos com prejuízos bilionários. Entretanto, o investimento projetado para garantir competividade e manter os serviços alcança a ordem de R$ 2,5 bilhões, anualmente.

Segundo Faria, são necessários altos mais investimentos para manter a empresa competitiva e permitir a expansão de negócios e serviços, conforme análise feita pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) sobre os impactos e pontos que precisam ser preservados e aprimorados na empresa.

“Com a privatização, os Correios vão conseguir crescer e competir, gerar mais empregos, desenvolver novas tecnologias, ganhar mais eficiência, agilidade, pontualidade”, finalizou o ministro.

Via blog do BG

Nenhum comentário:

Postagem mais vistas