rede social

terça-feira, 30 de novembro de 2021

Governo define com servidores recomposição salarial de 15%

 

A Governadora Fátima Bezerra recebeu nesta segunda-feira (29) as comissões de representantes dos auditores de controle interno e analistas contábeis, dos servidores das carreiras da Emater, da transparência e apoio da Controladoria Geral do Estado, da Procuradoria Geral do Estado e do Gabinete Civil do Estado. O encontro foi para tratar dos projetos de lei que serão enviados à Assembleia Legislativa prevendo a evolução de 15% dos vencimentos dos servidores que estão desde 2010 com a tabela salarial congelada.

Os projetos também irão contemplar a reestruturação das progressões funcionais dos servidores reduzindo o tempo de evolução para 21 anos, pelo critério de merecimento. “Nos planos atuais algumas categorias poderiam passar de 40 anos para chegar ao topo da carreira, uma enorme distorção que será corrigida a partir da nova legislação”, explica Pedro Lopes, Controlador-Geral do Estado.

Ainda serão contemplados com a recomposição parcial de perdas salariais servidores da Jucern, DER, Emater, Idema, Administração Direta, SET e IPERN. No total serão 11 categorias contempladas, beneficiando 14 mil servidores ativos e aposentados, com impacto mensal de R$ 7 milhões na folha de pagamentos e implantação em março de 2022.

“Também sou servidora pública da educação, hoje na condição de Governadora, buscamos caminhos para corrigir distorções, reparar injustiças e valorizar os servidores, que precisam ser respeitados, isso se chama humanizar a vida”, afirmou Fátima Bezerra. A chefe do Executivo lembrou que ao assumir o Governo há três anos encontrou o Estado destroçado, com apenas R$ 3 milhões em caixa, dívida de R$ 1 bilhão em salários atrasados e muitos débitos com fornecedores – só na saúde eram mais de R$ 225 milhões. “Entendemos a função e a responsabilidade do servidor público, não tem como o Estado funcionar com qualidade e eficiência sem o servidor público respeitado e valorizado”, ressaltou.

Presidente da Asservil (Associação dos Servidores do Gabinete Civil-GAC), Márcia Guedes disse que “pela primeira vez servidores foram recebidos para tratar de recomposição salarial e muitos ganham salário mínimo.  Hoje tivemos um ganho, uma vitória histórica”, afirmou. Dionalva Pereira da Controladoria Geral do Estado, lembrou que tem 35 anos de serviços e agora se consolida uma conquista reivindicada há muitos anos. A presidente da Associação dos Servidores da Procuradoria Geral do Estado, Patrícia Menezes destacou que “o entendimento com o Governo agrega valor ao servidor”.

Ao receber os servidores, Fátima Bezerra esteve acompanhada do vice-governador Antenor Roberto, os secretários de Estado do Planejamento, Aldemir Freire, adjunta do Gabinete Civil, Socorro Batista, Controlador-geral do Estado, Pedro Lopes, e do procurador-geral do Estado, Luiz Antônio Marinho.

Nenhum comentário:

Postagem mais vistas

Poastagem Destaque

Em 2020, o ex prefeito cassado e condenado pela justiça eleitoral, junto com sua trupe prometeu perfurar um Poço por mês em João Câmara, e ai, já perfurarão 12 poços este ano?

Como sempre nas campanhas eleitorais a maioria dos políticos realizam inúmeras promessas, e a trupe que esta no comando do município de João...