Pular para o conteúdo principal

PI 072813 (02)

PI 072813 (02)

Torreão FM web

PI 072813 (01)

PI 072813 (01)

ALRN PI 011818 28 03 24

ALRN PI  011818   28 03 24

LAPAC JOÃO CÂMARA - 3262-3478 - 99401-7616

GOVERNO DO RN

GOVERNO DO RN

Alexandre de Moraes, do STF, manda Bolsonaro prestar depoimento à PF nesta sexta-feira (28)

Foto: Victoria Silva/AFP

O ministro Alexandre de Moraes, do STF (Supremo Tribunal Federal), mandou o presidente Jair Bolsonaro prestar depoimento na Superintendência da Polícia Federal, em Brasília.

De acordo com a decisão do ministro, o chefe do Executivo deve ser ouvido nesta sexta-feira (28), às 14 horas. A determinação ocorreu no âmbito de um inquérito que apura se Bolsonaro vazou documentos sigilosos.

De acordo com o magistrado, a data e hora foi marcada após nem o presidente nem a AGU (Advocacia-Geral da União) marcarem o depoimento, que deveria ocorrer até a sexta-feira, sendo facultado ao presidente escolher data e hora. Moraes também retirou o sigilo do processo.

“Não tendo o Presidente da República indicado local,dia e horário para a realização de seu interrogatório no prazofixado de 60 (sessenta) dias, determino sua intimação, por intermédio da AGU (conforme solicitadono item “V-v” de sua petição), para que compareça no dia28/1/2022, às 14h00, para prestar depoimento pessoal, na sede da Superintendência Regional da PolíciaFederal no Distrito Federal”, escreve Moraes, no despacho.

Bolsonaro é acusado de ter divulgado documentos sigilosos de um inquérito que corre na PF para apurar acessos indevidos aos softwares, programas, da urna eletrônica. De acordo com o TSE (Tribunal Superior Eleitoral), a invasão não comprometeu as eleições, e os dados acessados pelos atacantes se referem a um município específico do Rio de Janeiro.

R7

Comentários