BTemplates.com

Pular para o conteúdo principal



Jasão e Holderlin, Ao Vivo as 19H, Aperte o play

Ministro das Relações Exteriores diz que Bolsonaro já assinou carta-convite da OCDE

Nesta terça-feira (25), após a OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico) convidar o Brasil e outros cinco países a se associarem à entidade, o ministro das Relações Exteriores, Carlos França, afirmou que o presidente Jair Bolsonaro já assinou a carta-convite feita pela organização.

“O presidente Bolsonaro recebeu a carta com grande satisfação e já assinou a carta de resposta, que foi minutada pelo Itamaraty, e, neste momento, esperamos que, quando chegar a carta à OCDE, a organização prepare um roteiro de adesão, que vai ser aprovado pelo seu conselho, e depois haverá reuniões em cerca de 40 comitês da organização”, informou França.

As declarações foram dadas em coletiva de imprensa realizada no Palácio do Planalto, em Brasília, que contou com a presença dos ministros Carlos França (Relações Exteriores), Ciro Nogueira (Casa Civil) e Paulo Guedes (Economia).

O ministro das Relações Exteriores contou que determinou a criação de uma unidade dedicada exclusivamente às relações com a OCDE, com formação de novos quadros e diplomacia econômica. França instaurou também a formação de uma equipe de negociadores, que coordenará as negociações com a organização no roteiro de acessão.

O titular não informou a quantidade nem os gastos implicados na nova medida, mas disse que ela foi aprovada pela equipe do Ministério da Economia.

A OCDE foi fundada em 1961 e reúne países com os maiores índices de desenvolvimento econômico e humano. Apelidada de “clube dos ricos”, ela atua na cooperação e discussão de políticas para guiar os países associados.

Mais cedo, a organização anunciou a abertura de negociações com Brasil, Argentina, Bulgária, Croácia, Peru e Romênia para se associarem à entidade. A partir de agora, serão estabelecidos roteiros individuais para cada um dos seis países, que alinharão termos, condições e processos de adesão.

“Não há prazo para a conclusão dos processos de adesão. O resultado e o cronograma dependem da capacidade de adaptação e ajuste de cada país candidato para se alinhar aos padrões e às melhores práticas da organização”, disse a OCDE em nota.

R7

Comentários