BTemplates.com

Pular para o conteúdo principal



Aperte o play para ouvir

Com remuneração de R$ 28 mil por mês, presidente da Câmara de Natal quer gratificação de 50% por acúmulo de função

 

O presidente da Câmara Municipal de Natal, Paulinho Freire (PDT) é autor do projeto que tramita na CMN e pede uma verba indenizatória mensal no valor de 50% do salário para continuar desempenhando as funções de presidente da mesa diretora da Câmara.

No mesmo projeto, que tem parceria do vereador Felipe Alves (PDT) e Aroldo Alves (PSDB), o texto pede que também haja verba semelhante de 25% sobre o salário para o 1º e 2º secretários, e de 10% para os demais (Vice-presidentes e demais secretários). Felipe Alves e Aroldo Alves (1º e 2º secretários da mesa), também serão beneficiados diretamente.

No texto, que já foi aprovado pela Comissão de Legislação, Justiça e Redação Final, a base do cálculo para essa indenização mensal extra seria o salário de vereador, hoje no valor de R$ 17 mil. Se aprovado, o presidente Paulinho Freire passará a ter uma salário mensal bruto de quase R$ 37 mil. Hoje, o presidente da Câmara recebe bruto o subsídio de vereador (R$ 17 mil), mais um segundo subsídio não explicado pelo portal da transparência da CMN, no valor de R$ 11.333,33, totalizando um salário bruto de R$ 28.333,33 por mês.

Fonte: Agência Saiba Mais

Comentários