BTemplates.com

Pular para o conteúdo principal



Daniel Silveira quer dormir no plenário para evitar tornozeleira


Após anunciar que não cumpriria a ordem judicial de usar a tornozeleira eletrônica, o deputado bolsonarista Daniel Silveira (foto) se refugiou na noite desta terça-feira (29) no plenário da Câmara, informa O Globo.

No fim da tarde, policiais legislativos chegaram a cercar o gabinete de Silveira para que a decisão do ministro Alexandre de Moraes, do STF, fosse cumprida, o que não ocorreu.

Avisado da iminência de uma possível abordagem, Silveira saiu do escritório funcional e resolveu ir ao local onde se desenrolava a sessão da Câmara.

Mesmo após o fim do expediente, relata o jornal carioca, ele continuava no principal espaço da Casa. Tinha a companhia de outros bolsonaristas, como Carla Zambelli, Filipe Barros e Cabo Júnio Amaral, que pretendiam evitar uma “invasão” da Secretaria de Administração Penitenciária do DF ou da Polícia Federal.

“Vou ficar quanto tempo tiver que ficar”, disse Silveira, indicando que dormiria no plenário.

Aliados demandam que a decisão de Moraes seja votada pelos deputados: “Nós vamos ficar com ele até que haja uma decisão da Mesa sobre isso e a Constituição seja cumprida”, disse Filipe Barros.

Comentários