Pular para o conteúdo principal

PI 072813 (02)

PI 072813 (02)

Torreão FM web

PI 072813 (01)

PI 072813 (01)

ALRN PI 011818 28 03 24

ALRN PI  011818   28 03 24

LAPAC JOÃO CÂMARA - 3262-3478 - 99401-7616


Repórter e pré-candidato a prefeito é executado com vários tiros durante festa

O jornalista e empresário Thiago Rodrigues, de 34 anos, foi assassinado a tiros na madrugada desta quinta-feira (28) em Guarujá, no litoral de São Paulo. Ele era pré-candidato a prefeito na cidade pelo partido Rede Sustentabilidade.

O empresário foi alvejado com vários tiros na Rua Caraguatatuba, no bairro Paecara, no distrito de Vicente de Carvalho. No local, ele participava de uma confraternização. Thiago chegou a compartilhar imagens da festa nas redes sociais.

Segundo o boletim de ocorrência, Thiago estava na festa quando foi chamado para ir até a rua. Ele deixou a casa de eventos acompanhado de um amigo, ainda não identificado. Assim que chegou na via, um ciclista se aproximou dele e efetuou disparos.

O jornalista correu em direção à Rua Solemar, mas caiu durante o trajeto e o atirador foi até ele para atirar mais vezes. Em seguida, o criminoso fugiu em direção à Rua Luís Gama. Ele vestia uma máscara branca, um boné, camiseta e calça.

Ainda de acordo com o boletim de ocorrência, Thiago tinha nove ferimentos de bala. Ele foi atingido no tórax e costas, além da perna e braço direito. No local do crime, foram localizados 13 estojos de munição calibre 9mm e dois projéteis deflagrados.

Na mesma rua, os policiais encontraram o carro da vítima com um pneu traseiro esvaziado. No entanto, não foi possível saber se o pneu perdeu a pressão, se foi esvaziado propositalmente ou se foi atingido por um disparo de arma de fogo.

A chave do veículo foi localizada no bolso da calça de Thiago. O carro passou por exames periciais. No porta-malas foi encontrado material da pré-campanha de Thiago, mas nada de ilícito foi constatado.

O carro e dois celulares da vítima foram apreendidos. O caso foi registrado como homicídio na Delegacia Sede de Guarujá, mas será investigado pela 3ª Delegacia de Homicídios do Deic de Santos.

Com informações do G1


Comentários